Conselhos para quem sofre de impotência

CONSELHOS PRÁTICOS

Para ver um médico. É importante saber que existe uma solução para a maioria dos homens que sofrem de problema de ereção. Falar com um médico com quem você se sinta confortável e sinta-se livre para continuar com seu aplicativo a partir de um centro especializado em distúrbios da ereção.

O uso de fantasias e novas técnicas de estimulação. Para que uma enfermidade erétil de origem psicológica, uma abordagem pode serimplementar algumas sugestões concretas : melhorar a comunicação com o parceiro ; uso de fantasias sexuais ; aumento a duração e a intensidade da estimulação do pênis pelo parceiro ; aprender novas técnicas de estimulação, tais como a estimulação oral, e para ver em casal ou sozinho, filmes eróticos.

Tente não fazer uma montanha. É importante saber que, para o parceiro, o transtorno erétil do cônjuge nem sempre tem um efeito devastador. Muitas mulheres estão indo para confiá-la ao médico que a sua esposa tem se tornado um amante melhor, já que ele não pode mais prática a penetração.

Adotar hábitos alimentares saudáveis. Uma dieta rica em gordura pode fazer o máximo de danos ao pénis e o coração. Doenças vasculares arterial e venoso, são responsáveis por grande parte do casos de disfunção erétil de origem física. Comer melhor, perderpeso, se for necessário, e fazer mais exercício físico vezes por semana. Você irá notar que o fluxo de sangue no pênis vai aumentar.

Parar de fumar. Pobres hábitos de vida, como o tabagismo interromper vascular mecanismos de ereção. O tabaco gradualmente blocos de pequenas artérias, impedindo o fluxo de sangue necessário para a ereção. Fumar pode também levar a o vazamento de sangue através das veias do pênis durante a ereção. Deixar de fumar é um dos passos mais importantes que você pode fazer para recuperar a boa ereções.

Limite seu consumo de álcool. Um ou dois copos de álcool para levantar o inibições, relaxar, e você pré-organizar as relações de amor. No entanto, um grande consumo de álcool você pode relaxar demais e causar um distúrbio de ereção por sedativo seu sistema nervoso e seus reflexos.

Para ser forçado a voltar à sobriedade ? É comum para um homens do envelhecimento deve, por um motivo ou outro, abster-se de sexo em um período relativamente longo de tempo. Isso pode ser devido à hospitalização ou morte de seu cônjuge. Acontece que, após este período de abstinência, este homem percebe que ele não é capaz de recuperar a ereção. Ele pode recuperar a sua capacidade erétil sese dado momento, apenas algumas semanas de interações, sexual, e se a relação é livre de pressão.

Confira sua medicação. Fazer, principalmente não levar, mesmo se você estiver com medo de que eles são a causa do distúrbio de ereção. Você pode, no entanto, fale com o seu médico sobre a possibilidade para alterar para outros que não produzem esse efeito adverso.

RETOMAR a ATIVIDADE SEXUAL DEPOIS de UM TRATAMENTO para O DESAFIO

Se eu olhar para a minha experiência, posso dizer que a maioria os casais não curti completamente a partir de relações sexuais durante vários anos, devido a um DESAFIO. É um monte de desperdício de tempo em um relacionamento sexual com um parceiro, você pode ser capaz de encontrar você perca um pouco de prática. Redescobrir a vida sexual de sucesso e satisfatório, após vários anos de disfunção pode levar algum tempo e você vai ter que ser paciente, antes de voltar para o nível de divertido o jeito que você se lembrar. É um pouco como jogar tênis ou andar de bicicleta : você nunca se esqueça, na verdade, mas você está um pouco instável, e perder um pouco de confiança em você a primeira vez como substituir. Prática e paciência, você vai restaurar em breve confiança e habilidade.

Você pode precisar também de trabalho em suas técnicas de sedução. Isto é válido para ambos os parceiros. Fazer esforços para encontrar o idílio, a ternura e as carícias, que foram os primórdios do o seu relacionamento. Alguns casais acham que quando eles deixam de ter a relação sexual, eles param o toque, as carícias e os beijos. Uma de minhas pacientes contou-me : “paramos para nos mostrar carinho, porque nós estávamos com medo de começar algo que não poderíamos concluir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *